terça-feira, 18 de setembro de 2012

Por que cantamos Sunday bloody Sunday...

Fortuna de Bono Vox - Sunday bloody sunday

Algumas coisas me chamam a atenção na mídia e eu corro cá para publicar. Afinal, é esta a única finalidade deste espaço: dar vazão aquilo que penso. E o uso que faço dele é o meu exercício de reflexão, por isso não tenho respostas para o que publico, mas questionamentos.

E neste momento, estou questionando sobre os contrastes entre a riqueza e a pobreza, mas especificamente, entre os excessos de riqueza e os excessos de pobreza no mundo. Estou tentando entender qual a relação entre estas duas variantes e se uma não é determinante para outra, e como podemos combater a segunda, sem abrir mão da primeira.

O que me levou a tal questionamento, foi esta notícia na Folha de São PauloQueda de ações do Facebook faz de Bono ex-bilionário.

Bono Vox é vocalista de uma das bandas de rock mais conhecidas do mundo e é também ilustre ativista social. Em suas letras de músicas fala sobre a fome na África e das injustiças sociais no mundo. Por meio de sua ação, conscientiza e mobiliza seus fãs contra essas coisas e também ganha muito, mas muito dinheiro mesmo. Ele é o segundo cantor mais rico do mundo, com uma fortuna estimada em 600 milhões de dólares. Em reais, nos dias de hoje, quase 1,2 bilhão... isso é tanto dinheiro, que se ele resolvesse dividir sua fortuna entre todos os brasileiros, tocaria 6 mil reais para cada um.

Claro, se ele fizer isso, além de não resolver o problema de ninguém, ainda será mais um miserável no mundo. Mas como condenar a miséria, vivendo com tanto mais que aquilo que precisamos para viver? Me parece uma incoerência. É como durante a campanha de Al Gore para presidência dos EUA, em 2000, quando foi 'descoberto' que, apesar de o candidato ser um fervoroso defensor das causas ambientais, possuía uma mansão que mensalmente consumia mais energia elétrica do que uma cidade inteira com cinco mil habitantes.

Os recursos de nosso planeta são limitados, apesar de suficientes para todos. Se geridos de forma racional , nenhum ser humano no mundo passaria fome. Mas a lógica do lucro, do capital e da ganância, concentram os recursos da Terra nas mãos de poucos.

Fortunas como esta, que ostenta o vocalista do U2, consomem  muito mais recursos do planeta do que retribuem a ele. Servem também para manter estruturas sociais injustas. Criam hierarquia entre seres humanos e propiciam a dominação e a distinção entre 'melhores' e 'piores', 'superiores' e 'inferiores'... tanto nas esferas do nosso dia-a-dia, quanto em escalas globais, com países ricos e países pobres.

Grandes fortunas assim, fazem cada vez mais seus donos mais ricos e cada vez mais milhares de pessoas mais pobres. Quando poucos se apossam de muito, muitos ficam com pouco.

Acho que é por isso que temos motivos para cantar sunday bloody sunday...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Posts relacionados

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...