quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Desastre democrático: Jaqueline Roriz absolvida!!! Convite a indignação.

Existe tramitando na Câmara, hoje, 40 PECs que preveem o fim do voto obrigatório. Uma das principais argumentações, principalmente do deputado Reguff, é que além de mais democrático, o voto facultativo atuaria como uma espécie de depurador da política brasileira. Estariam desobrigados de votar quem o faz sem o mínimo de compromisso.

Eu concordo plenamente, mas não acho que seja simples assim. É possível que com o voto facultativo, nem um terço dos eleitores do palhaço Tiririca tivessem comparecido às urnas, o que é um grande avanço. Mas por outro lado, a compra de votos, que é uma triste realidade, mas é uma realidade, seria intensifica por político desonestos, desesperados pela abstinência de seus 'eleitores', e continuaria a impor a frequência do voto inconsequente.

Ontem, 30/08, o que aconteceu na Câmara foi mais uma demonstração do desastre democrático deste país. Por 166 votos a favor da cassação e 265 a contra, o mandato de Jaqueline Roriz foi salvo, e ela seque deputada federal, a despeito de ter sido filmada recebendo dinheiro do mensalão do DEM, no DF. Quem não lembra daquelas cenas aterrorizantes, que puseram fim ao mandado do governador José Arruda, em que deputados distritais e políticos de Brasília apareciam recebendo e dando dinheiro em troca de favores?

A Câmara, ontem, decidiu manter mais um corrupto em seus quadros. Como bem disse o deputado Chico Alencar, nenhum dos partidários da deputada Jaqueline Roriz, ousou defender o indefensável. Nenhum deles, nem o advogado de defesa, que fez uso da palavra durante 35 minutos na tribuna da Câmara, teve a cara-de-pau de defender Jaqueline Roriz contra todas as evidências de sua corrupção. Mas uma manobra apenas, foi suficiente para que esta corrupta fosse mantida como representante do povo no Congresso: "o seu ato ilícito (comprovadamente ilícito), aconteceu em período anterior a atual legislatura, para a qual a deputada foi eleita". Ora, senhores! Vergonha na cara é o mínimo a dizer dessa canalhada!!!

Estamos diante do fato de que 265 deputados estão compactuando com esta lástima da corrupção na política brasileira, e então, pergunto: quem elegeu essa gente???

Já foi dito que mais de 70% dos brasileiros, um mês depois das eleições, não sabem ou não lembram em quem votou. Algo de errado existe nisso. Na sessão de ontem, embora o voto tenha sido secreto e isto é outra vergonha nesse país, eu sei exatamente a posição de meu deputado frente a todo aquele espetáculo. Você sabe a do seu???

Pois bem, se não sabe, deveria refletir. E talvez o voto facultativo seja mesmo o remédio para sua consciência. Com ele, você não será obrigado, nas próximas eleições, a usar a urna como penico.

Um comentário:

  1. Eu ainda prefiro que o voto seja obrigatório... acho que não há maturidade política no Brasil para ser facultativo... e isso não é discurso elitista, é a realidade.

    ResponderExcluir

Posts relacionados

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...